Você está em: Home Icon Home Acessa Cidadão Icon cidadao Acessa Vacinação COVID-19

Vacinação COVID-19

title_hidden

Icone acessibilidade Fonte Reset Icone acessibilidade Fonte Maior Icone acessibilidade Fonte Menor

O município de Campinas do Sul não tem sobras de doses, pois adotou a metodologia de solicitações de comparecimento realizada através dos agentes comunitários de saúde.
 

Mais detalhes, podem ser solicitados a Secretaria de Saúde por um dos meios informados na ouvidoria no link: https://www.campinasdosul.rs.gov.br/site/ouvidoria/page?pagename=ouvidoriacovid

 

Dados atualizado em 25/10/2021 as 10h00

  • PESSOAS DE 18 A 64 ANOS

    • 1ª Dose:
      2100
    • 2ª Dose:
      1821
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      2100
    • Total de pessoas já vacinadas:
      2012
  • Pessoas com 60 anos ou mais institucionalizadas

    • 1ª Dose:
      11
    • 2ª Dose:
      8
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      11
    • Total de pessoas já vacinadas:
      11
  • PESSOAS COM DEFICIÊNCIA INSTITUCIONALIZADAS

    • 1ª Dose:
      2
    • 2ª Dose:
      2
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      2
    • Total de pessoas já vacinadas:
      2
  • Trabalhadores de saúde

    • 1ª Dose:
      187
    • 2ª Dose:
      179
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      187
    • Total de pessoas já vacinadas:
      187
  • Pessoas de 80 anos +

    • 1ª Dose:
      241
    • 2ª Dose:
      207
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      240
    • Total de pessoas já vacinadas:
      241
  • Pessoas de 75 a 79 anos

    • 1ª Dose:
      171
    • 2ª Dose:
      186
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      205
    • Total de pessoas já vacinadas:
      171
  • Pessoas de 70 a 74 anos

    • 1ª Dose:
      362
    • 2ª Dose:
      328
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      309
    • Total de pessoas já vacinadas:
      362
  • Pessoas de 65 a 69 anos

    • 1ª Dose:
      390
    • 2ª Dose:
      357
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      351
    • Total de pessoas já vacinadas:
      390
  • Pessoas de 18 a 59 anos com comorbidades

    • 1ª Dose:
      364
    • 2ª Dose:
      135
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      383
    • Total de pessoas já vacinadas:
      364
  • Pessoas com deficiência permanente

    • 1ª Dose:
      22
    • 2ª Dose:
      11
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      22
    • Total de pessoas já vacinadas:
      22
  • PUÉRPERAS

    • 1ª Dose:
      3
    • 2ª Dose:
      1
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      3
    • Total de pessoas já vacinadas:
      3
  • GESTANTES

    • 1ª Dose:
      12
    • 2ª Dose:
      8
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      15
    • Total de pessoas já vacinadas:
      12
  • Trabalhadores da educação do ensino básico

    • 1ª Dose:
      84
    • 2ª Dose:
      76
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      90
    • Total de pessoas já vacinadas:
      84
  • Forças de segurança e salvamento

    • 1ª Dose:
      29
    • 2ª Dose:
      22
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      29
    • Total de pessoas já vacinadas:
      29
  • Trabalhadores de transporte aquaviário

    • 1ª Dose:
      1
    • 2ª Dose:
      0
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      1
    • Total de pessoas já vacinadas:
      1
  • Caminhoneiros

    • 1ª Dose:
      78
    • 2ª Dose:
      71
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      78
    • Total de pessoas já vacinadas:
      78
  • Trabalhadores industriais

    • 1ª Dose:
      118
    • 2ª Dose:
      113
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      121
    • Total de pessoas já vacinadas:
      118
  • TRABALHADORES DA LIMPEZA URBANA E MANEJO DE RESÍDUOS SÓLIDOS

    • 1ª Dose:
      2
    • 2ª Dose:
      2
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      2
    • Total de pessoas já vacinadas:
      2
  • PESSOAS DE 40 ANOS + QUE RECEBERAM DOSE ÚNICA

    • 1ª Dose:
      0
    • 2ª Dose:
      0
    • Dose Única:
      120
    • Total de pessoas para vacinar:
      120
    • Total de pessoas já vacinadas:
      120
  • ADOLESCENTES DE 12 A 17 ANOS COM COMORBIDADES

    • 1ª Dose:
      23
    • 2ª Dose:
      12
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      22
    • Total de pessoas já vacinadas:
      22
  • DEFESA CIVIL

    • 1ª Dose:
      3
    • 2ª Dose:
      3
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      3
    • Total de pessoas já vacinadas:
      3
  • ADOLESCENTES DE 12 A NOS A 17 ANOS SEM COMORBIDADES

    • 1ª Dose:
      169
    • 2ª Dose:
      5
    • Dose Única:
      0
    • Total de pessoas para vacinar:
      169
    • Total de pessoas já vacinadas:
      92

    Postos de Vacinação

  • Endereço: RUA NELLO DELLA LATTA 400
    Telefones: (54)33661042
    Horário: 07h30min às 11h30min e das 13h às 17h.
    Documentos Necessarios:

     

    RG

    CPF

    CARTÃO SUS

    CARTEIRA DE VACINA

Janssen

QUAL A EFICÁCIA DA VACINA DA JANSSEN CONTRA A COVID-19?

Em janeiro deste ano, a Janssen anunciou que a eficácia global (casos leves a moderados) da vacina é de 66% —menor do que as taxas globais das vacinas de Oxford (70%) e Pfizer (acima de 95%) e maior do que a CoronaVac (50,38%). Mas a resposta protetiva a casos graves (que provocam internações e podem levar à morte) foi maior: chegou a 85%. Os dados foram publicados em estudo na revista científica New England Journal of Medicine. O imunizante, que foi testado também no Brasil durante a fase 3, mostrou-se efetivo também contra as variantes de Manaus (chamada também de variante brasileira), da África do Sul e do Reino Unido.

OS EFEITOS COLATERAIS DA VACINA DA JANSSEN CONTRA A COVID-19 INCLUEM:

- reações no local da aplicação: dor, vermelhidão na pele e inchaço;

- efeitos colaterais gerais: dor de cabeça, sensação de muito cansaço, dores musculares, náusea, febre.

- dificuldade de respirar;

- inchaço no rosto e garganta;

- batimento cardíaco acelerado;

- erupção cutânea forte em todo o corpo;

- tonturas e fraqueza.

Esses podem não ser todos os efeitos colaterais possíveis da vacina da Janssen contra a COVID-19. Efeitos graves e inesperados podem acontecer. A vacina da Janssen contra a COVID-19 continua sendo estudada em ensaios clínicos.

Pfizer

QUAL A EFICÁCIA DA VACINA CONTRA A COVID-19?

Sim, os resultados dos estudos de fase 3, envolvendo mais de 44 mil voluntários e já publicados em revista científica qualificada, mostraram que globalmente a eficácia da vacina contra a COVID-19 foi de 95%, com esquema de duas doses, num intervalo de 21 dias entre as doses. Os dados demonstraram também que a vacina foi bem tolerada, sendo que nenhuma preocupação séria de segurança foi observada.

QUAIS AS REAÇÕES DA VACINA DA PFIZER?

É possível ter dor e inchaço no local de injeção, cansaço, dor de cabeça, diarreia, dor muscular, dor nas articulações, calafrios, febre, vermelhidão no local de injeção, náusea e vômito.

Coronavac

EU ESTAREI TOTALMENTE PROTEGIDO APÓS RECEBER A VACINA DA CORONAVAC COVID-19 ?

A vacinação com a vacina adsorvida covid-19 (inativada) poderá diminuir o risco de uma pessoa ter a doença causada pelo vírus SARS-CoV-2 (COVID-19). Entretanto, nenhuma vacina é completamente eficaz. Além disso, necessita-se de algumas semanas para que seja obtida uma resposta imune (proteção) adequada. Em conclusão, algumas pessoas podem ainda ter a doença ou a infecção mesmo tendo sido vacinadas, mas poderão ter uma forma menos grave da doença em função desta vacinação.

Ao receber a injeção da vacina adsorvida covid-19 você deverá ficar atento aos seguintes sintomas:

QUAIS SÃO OS POSSÍVEIS RISCOS DE RECEBER A VACINA ADSORVIDA COVID-19 (INATIVADA)?

- dor no local da injeção

- inchaço no local da injeção

- vermelhidão no local da injeção

- caroço duro no local da injeção

- coceira no local da injeção

- mancha roxa no local da injeção

- infecção no local da entrada da agulha na pele

- dor de cabeça

- dor nos músculos

- diarreia

- náusea (enjoo)

- cansaço

- mais raramente febre.

A VACINA ADSORVIDA COVID-19  PODE CAUSAR COVID-19?

Não, a vacina adsorvida covid-19 contém o vírus SARS-CoV-2 morto e por isso não é capaz de causar a doença. Como mencionado anteriormente, existe um risco teórico de que pessoas vacinadas poderiam ter uma infecção mais grave, mas até o momento, não há nenhum relato que isso tenha acontecido com o vírus que causa COVID-19. Esta vacina foi testada antes em animais e estes não tiveram esta infecção mais grave.

Oxford/AztraZeneca

A VACINA É SEGURA?

Duas versões da vacina produzidas pela AstraZeneca-SKBio (República da Coreia) e no Instituto Serológico da Índia– foram incluídas na lista da OMS para utilização de emergência. Quando a vacina foi estudada pelo SAGE, já tinha sido analisada pela Agência Europeia do Medicamento (EMA).

A EMA examinou em profundidade os dados sobre a qualidade, segurança e eficácia da vacina e recomendou que fosse dada uma autorização condicional de introdução no mercado para pessoas com 18 anos de idade ou mais. 

O Comité Consultivo Mundial para a Segurança das Vacinas, um grupo de peritos que apresenta orientações independentes e fundamentadas à OMS sobre a questão da utilização segura das vacinas, recebe e avalia relatórios de eventos de segurança suspeitos com potencial impacto internacional. 

QUAL A EFICÁCIA DA VACINA?

A vacina AZD1222 contra a COVID-19 tem uma eficácia de 63,09% contra a infeção sintomática pelo SARS-CoV-2.

Intervalos mais longos entre as doses, com limites de 8 a 12 semanas, estão associados a uma maior eficácia da vacina.

QUAIS OS POSSÍVEIS EFEITOS COLATERAIS DA VACINA?

- Sensibilidade no local da injeção (relatada por mais de 60% dos voluntários);
- Dor no local da injeção, dor de cabeça e fadiga (relatadas por mais de 50% dos voluntários);Dor no corpo e mal-estar (relatadas por mais de 40% dos voluntários);
- Febre e calafrios (relatados por mais de 30% dos voluntários);
- Dor nas articulações e náusea (relatadas por mais de 20% dos voluntários).
- A maioria das reações adversas foi de intensidade leve a moderada e normalmente resolvida poucos dias após a vacinação. As reações adversas foram mais frequentes após a primeira dose da vacina.